Soldadura por arco de plasma

O plasma é uma técnica que cria uma energia de elevada densidade que possibilita a sua utilização para o corte por plasma e a soldadura por plasma. A Air Liquide, especialista em soldadura e corte por plasma, apresenta-lhe o processo de soldadura por plasma, as principais características e as respetivas vantagens e desvantagens. Nada melhor do que consultar o site da Air Liquide para se manter ao corrente dos desenvolvimentos registados na soldadura e corte.

A tecnologia de plasma fornecida utiliza-se em aplicações de soldadura e corte de metal. Mantenha-se ao corrente das novidades no domínio da soldadura/corte graças às plataformas digitais da Air Liquide.

O que é a soldadura por plasma?

A soldadura por arco de plasma é um processo de soldagem que consiste em gerar um arco elétrico confinado por uma tubagem ou tubo constritor, entre o elétrodo e a peça a soldar. Graças à elevada densidade de energia do plasma e grande fonte de calor, é possível soldar em Keyhole: o plasma atravessa a peça e assegura uma penetração completa, graças ao aquecimento que resulta num orifício que atravessa a junta a soldar.
O gás de formação do plasma (gás ionizado) permite a formação do jato de plasma, que vai provocar a fusão das peças, tais como aços carbono, aços-liga, aços inoxidáveis, ligas refratárias, ligas de titânio.
O gás anelar tem uma função de proteção do banho de fusão para que este não seja poluído pelo azoto ou o oxigénio existentes no ar ambiente durante a solda.

esquema soldadura arco plasma Air Liquide
Esquema de uma soldadura por arco de plasma

Qual é a sua utilização?

Esta aplicação é a que mais frequentemente se utiliza para aumentar as velocidades da solda graças ao Keyhole, permitindo obter um cordão estreito e com penetração total. O sistema de soldadura por plasma apresenta inúmeras vantagens:

  • Soldadura de espessuras finas e médias, sem preparação e numa só passagem (graças ao Keyhole)
  • Regra geral, processo automatizado. É possível encontrar microplasma em modo manual
  • Boas propriedades mecânicas e qualidade das juntas
  • Permite um trabalho rápido, preciso e delicado
  • Menor número de deformações, graças à grande estabilidade do arco

Comparação com o processo de soldagem TIG

Diversas fontes técnicas comparam os processos de soldadura por plasma com os processos TIG.
Para além da forma do bico, os dois processos apresentam diferenças no aspeto térmico: com efeito, as temperaturas do plasma (plasma térmico) são mais elevadas, e a densidade da potência é acentuada pela compressão pneumática do arco. O arco criado pelo processo TIG cobre uma superfície maior, o que pode melhorar a tolerância ao posicionamento ou a molhagem, embora em detrimento da velocidade de avanço.

São estes os dois tipos de arco exemplificados:

esquema arco plasma vs tig Air Liquide
Esquema do processo de soldadura por plasma, potência de elevada densidade e temperaturas altas || Esquema do processo TIG

Que gás está adaptado à soldadura por plasma?

No processo de soldadura por plasma, o árgon é muitas vezes utilizado como gás de formação do plasma. Contudo, é também possível fazer uma mistura de diferentes gases para obter um fluido gasoso mais bem adaptado em função dos materiais a soldar e dos parâmetros pretendidos. Assim sendo, podem ser utilizadas misturas de árgon, hélio ou hidrogénio.

Para proteção do banho podem ser usados diferentes fluxos de gases anelares: árgon ou mistura de árgon, hélio ou hidrogénio.

 

Os especialistas da Air Liquide estão à sua disposição para responder a qualquer questão ou pedido de informação em matéria de corte ou da soldadura, e dar-lhe todas as orientações na escolha do gás de proteção mais bem adaptado pelas suas características específicas.

Tem alguma pergunta sobre soldadura industrial? Por favor preencha o nosso formulário de contacto

Os nossos especialistas responder-lhe-ão em menos de 24 horas
Data and privacy