Sistemas de tratamiento de aguas residuales

Estação de produção de água potável

A Air Liquide, especialista no tratamento de águas residuais, explica-lhe como transformar uma água bruta numa água completamente potável de elevada qualidade.

Qual é a diferença entre uma estação de produção e uma estação de tratamento de águas?

Estes dois tipos de instalação não têm o mesmo objetivo. Com efeito, uma estação de tratamento deve tornar uma água conforme com as normas definidas pela regulamentação nacional visando não poluir o meio no qual vai ser descarregada. Segundo a proveniência das águas residuais, as lamas de descarga das diferentes estações de tratamento podem ser utilizadas em valorização (após compostagem para adubação agrícola, por exemplo).

As estações de produção têm uma funcionalidade similar mas, em vez de terem de respeitar normas de poluição, têm de respeitar normas de potabilidade, já que a sua utilização principal se destina ao consumo humano. 

estação de produção de água

Como funciona uma estação de produção de água?

  1. A primeira etapa denomina-se captação, e consiste em retirar a água, seja de um rio, de poços de água, ou de nascentes de água.
  2. De seguida, os resíduos de maiores dimensões são filtrados por tamisagem. Uma segunda instalação, com grelhas mais juntas, permite eliminar os resíduos mais pequenos: é a técnica da peneiração. Na decantação, os resíduos restantes caem no fundo do decantador e dão origem às lamas da estação de tratamento.
  3. Uma última filtração é uma técnica antiga denominada filtração por areia: a água circula lentamente e passa através de uma placa de areia que filtra os últimos resíduos visíveis à vista desarmada, pelo que a água fica sem qualquer matéria poluente. Contudo, é possível que alguns vírus e bactérias consigam resistir à cadeia de filtração, e é aqui que intervém a ozonização. O ozono é uma molécula química que possui qualidades de desinfeção e de oxidação. A sua utilização não só permite eliminar as matérias orgânicas e inorgânicas restantes, mas também sabores, odores e micropoluentes (pesticidas e subprodutos).
  4. A seguir, efetua-se uma nova filtração com carvão ativado, utilizado pelas suas propriedades ultra absorventes (micro-organismos, amoníaco, matérias orgânicas), para além de melhorar a qualidade da água (sabor, odor, cor).
  5. Antes de enviar a água para a rede de distribuição, procede-se a uma cloração com baixa dosagem.

Como tratar as lamas, resíduo das estações de produção de água?

As lamas de tratamento são resíduos de que as estações de produção de água podem libertar-se mediante um simples tratamento, sendo possíveis duas formas de tratamento: a valorização ou a eliminação. Se o tema lhe interessa, pode consultar a nossa página para saber tudo sobre as lamas de tratamento.

Como se controla a água?

Hoje, 99 % das habitações (em zonas urbanas e rurais) têm acesso a água potável na torneira. As estações de produção de água têm uma obrigação de autocontrolo e análise, e são alvo de uma monitorização ativa por diferentes agências regionais da água, que controlam as análises realizadas. A exigência de qualidade da água aumenta todos os anos, e podemos afirmar que a água é o produto mais monitorizado e mais controlado nos dias de hoje em Portugal.

Sabia que…?
A água potável da torneira servida num jarro como água de mesa terá sido controlada 10 vezes antes de lá chegar!

Tem alguma pergunta sobre o tratamento de águas? Por favor preencha o nosso formulário de contacto

Os nossos especialistas responder-lhe-ão em menos de 24 horas
Data and privacy