Tecnologias de tratamento de água Air Liquide

Tratamento de águas
Saiba tudo sobre as lamas de depuração – Tratamento de águas residuais

A Air Liquide explica-lhe o tratamento das águas residuais e lamas de depuração.
Consulte as informações e os conselhos para saber tudo sobre as lamas de depuração de forma a compreender e decidir melhor.

O que é uma lama de depuração?

Uma lama de depuração é um resíduo produzido por uma estação de tratamento, que contém matérias minerais e orgânicas. A sua composição pode variar em função do modo de tratamento dos efluentes e do setor no qual a água foi utilizada (nuclear, alimentar, etc.). A água pode também ser proveniente de fábricas, de águas pluviais e de residências.

Destaque para 4 tipos de lamas de depuração

As lamas da estação de tratamento dividem-se em 4 “variedades”:

  • lamas primárias,
  • lamas físico-químicas,
  • lamas biológicas,
  • lamas mistas.

Lamas primárias

São lamas que resultam de um tratamento primário por decantação, processo que dura cerca de duas horas e permite extrair os materiais mais pesados do que a água. O princípio é simples:

  • a água assenta numa bacia e as impurezas pesadas caem no fundo desta,
  • as impurezas recolhidas no fundo da instalação denominam-se lamas primárias e são constituídas por matérias inorgânicas,
  • a este nível, a água é tratada a cerca de 40 % e prossegue o seu caminho até à bacia de arejamento.

 

Lamas físico-químicas

Estas lamas obtêm-se por decantação e resultam de um tratamento com um reagente. São lamas provenientes das fileiras do nuclear e da química.

Lamas biológicas

Estas lamas são formadas pelo tratamento biológico secundário, que surge após o tratamento primário e permite eliminar as matérias orgânicas que não tenha sido possível retirar a montante. Estas lamas são, pois, constituídas principalmente por matérias orgânicas e contêm uma reduzida percentagem de matérias inorgânicas.

Lamas mistas

É um tipo de lamas produzidas no tratamento primário por decantação e pelo tratamento biológico secundário, ou seja, entre as lamas primárias e físico-químicas.

Como tratar as lamas de depuração?

As lamas de estações de tratamento possuem um teor de matéria seca (qualidade do que é seco — Porto Editora) entre 1 e 5 %, pelo que é necessário proceder a um tratamento das lamas.

A água contida nas lamas corresponde a duas categorias: água livre e água adsorvida.A água livre é fracamente absorvida, pelo que se pode dissociar facilmente graças a um sistema de desidratação. Partículas e bactérias fixam-se à água adsorvida, e só podem ser eliminadas por secagem térmica.

O tratamento permite reduzir o volume de água e eliminar as diferentes matérias poluentes e fermentáveis, e o objetivo é preparar soluções de reciclagem da lama por valorização ou eliminação.

As 4 técnicas de tratamento das lamas

Há um tratamento apropriado em função da “configuração” das lamas de estações de tratamento:

  • espessamento,
  • estabilização,
  • desidratação,
  • secagem.


Observemos que estes 4 processos podem ser complementares.

Espessamento

Esta etapa permite aumentar o teor de matéria seca da lama para que atinja 6 a 8 %, sendo um processo indispensável para uma melhor qualidade do tratamento subsequente.

Estabilização

A estabilização e higienização permitem diminuir drasticamente o volume de água na lama (até 80 %), ou até secá-la (5 a 10 % de teor de água). É uma etapa que permite reduzir consideravelmente os odores, estabilizar as matérias orgânicas e eliminar qualquer organismo ou bactéria suscetível de provocar doenças.

Desidratação

A desidratação permite produzir uma lama pastosa ou sólida por via do aumento do teor de matéria seca da lama de origem.

Secagem

Este processo permite obter uma lama sólida (desidratada), o que dá origem muito naturalmente a um ganho de espaço para a armazenagem e o transporte das lamas. É uma etapa que se torna cada vez mais indispensável no momento em que a quantidade de lamas industriais não cessa de aumentar. Trata-se de uma operação pouco onerosa, o que a torna atraente para as empresas. Neste contexto e para uma eficácia máxima, recorre-se a cada vez a técnicas inovadoras, nomeadamente à secagem solar.

Como reutilizar as lamas de depuração?

Depois de tratadas, as lamas estão prontas para entrar num sistema…

  • de valorização

OU

  • de eliminação

Tudo depende do tratamento que as lamas sofreram e do setor de onde vieram.

Em rigor, as lamas provenientes de águas residuais do setor químico nem sempre são utilizadas em eliminação e não em valorização. Ao contrário, seria de todo o interesse aproveitar uma lama de qualidade proveniente do setor agroalimentar para aplicação nos campos.

A valorização das lamas

Algumas lamas podem ser utilizadas no setor agrícola, espalhando-as nos campos como adubo ou composto. Outras lamas podem, após desidratação, ser colocadas em fornos térmicos para produção de energia. Por vezes, é possível utilizar as lamas na empresa injetando-as de novo no circuito de produção.

A eliminação das lamas

Para as lamas cujas partículas sejam demasiado difíceis de gerir, a única solução é a incineração. Outros tipos de lamas são descarregados com resíduos domésticos.

 

A NOSSA FUNÇÃO É TAMBÉM FAZER COM QUE O NOSSO MUNDO SEJA MAIS LIMPO...
A Air Liquide colabora com as empresas na gestão e no tratamento das águas residuais industriais. Na qualidade de especialistas na matéria, respondemos a todas as questões que tenha para nos colocar sobre este assunto. A nossa missão é não só propor-lhe soluções, mas também colaborar consigo para compreender melhor o nosso Mundo, com informações e esclarecimentos que lhe permitem tomar as decisões certas.

Tem alguma pergunta sobre o tratamento de águas? Por favor preencha o nosso formulário de contacto

Os nossos especialistas responder-lhe-ão em menos de 24 horas
Data and privacy